Pós-graduação 100% On-line

Engenharia Informática com Cibersegurança

Data de inscrição

até 02 de Setembro de 2024

Data de início

09 de Setembro de 2024

Investimento

€ 3.500,00

Duração Full Time

10 meses

Duração Part Time

20 meses

A segurança dos sistemas, redes e informações (cibersegurança) é cada vez mais uma necessidade básica para as empresas e instituições em Portugal e no mundo.

O curso de Engenharia Informática com Cibersegurança tem como objetivo a formação técnica e científica dos seus alunos, para que se tornem especialistas em cibersegurança e mantenham a segurança das empresas com que trabalham.

Os alunos serão desafiados em diversos momentos ao longo da formação, com o objetivo de desenvolverem a sua capacidade de resolução de problemas complexos e de aprenderem a explorar e resolver vulnerabilidades dentro dos sistemas das empresas. Os profissionais terão as competências necessárias para atuar em momentos de crise ou prevenção.

Após a conclusão, o aluno estará apto a resolver problemas complexos e será capaz de projetar e implementar sistemas de proteção. Será, ainda, capaz de desenvolver sistemas de informação, sistemas com inteligência artificial e softwares (sequências de instruções capazes de executar tarefas específicas).

Os profissionais que concluírem a pós-graduação em Engenharia Informática com Cibersegurança serão uma mais valia para empresas de qualquer setor de atividade e podem alcançar cargos elevados dentro de empresas em Portugal ou na Europa.

No final será capaz de

Implementar o conhecimento adquirido ao longo do curso e melhorar a segurança das redes, sistemas informáticos e informação. O profissional também será uma mais valia para qualquer empresa devido à sua capacidade de usar os recursos de cibersegurança para detetar possíveis ameaças e dar uma resposta adequada, tanto em equipa como de forma autónoma.

Público-alvo

Profissionais que pretendam atuar na área de engenharia informática e que tenham especial preocupação com a segurança dos sistemas e redes (cibersegurança). Os alunos podem ser licenciados em áreas relacionadas à engenharia informática ou áreas de tecnologia e não precisam de experiência prévia.

Conheça os módulos, carga horária e conteúdos.

Perguntas frequentes

  • Diploma ou certificado de habilitações;

  • Certidão de disciplinas (não é um documento obrigatório no ato da matrícula);

  • Cópia autenticada do Cartão da Ordem Profissional, se aplicável

  • Curriculum Vitae (Modelo Europass);

  • Elementos comprovativos das atividades indicadas no CV

  • Cópia do documento de identificação fiscal (para emissão de recibos);

Certificado de conclusão do ensino secundário (obrigatório para quem não é graduado e vai utilizar a experiência profissional para candidatura)

 

Observações:

– Como o curso é 100% online o cartão de residencia não é obrigatório, pois não há a necessidade de morar em Portugal.
– Documentos que constem em Inglês, Frances e Espanhol não precisam de tradução oficial. Para os demais idiómas precisa de uma tradução oficial.
– Para os candidatos cuja a lingua nativa não e o português, precisa enviar comprovante de proeficicência linguistica que contenha a nota mínina B2.

O conteúdo das disciplinas é composto por vídeos, apresentações, PDFs, leitura de livros de bibliotecas digitais, entre outros tipos de recursos educacionais.  

Todos os módulos/ disciplinas têm avaliações. As avaliações são contínuas, ou seja, ocorrem ao longo da disciplina e não apenas no final. São compostas por questionários de escolha múltipla, fóruns de discussão, elaboração de trabalhos em grupo e artigos científicos. 

NÃO existe a necessidade de elaboração de uma dissertação ou tese no final.

Sim, durante as 8 semanas de cada disciplina, os estudantes contam com o suporte de um professor especialista no conteúdo que irá responder a dúvidas, interagir com os estudantes e ensinar novos conteúdos. 



A LMS (plataforma) utilizada na UFP é o Canvas (https://www.instructure.com/), um dos mais modernos LMS do mercado.

A principal característica é a flexibilidade, por isso, a forma de estudo/ interação é assíncrona, ou seja, o aluno não é obrigado a estar disponível num dia ou hora específicos. As 20h semanais são uma média de dedicação de um estudante, ninguém é obrigado a realizá-las (não serão contabilizadas) e podem ser distribuídas como o aluno desejar. Ex.: 5h/ dia de segunda a sexta. 10h/ dia sábado e domingo.